segunda-feira, julho 9

Fora de lugar

Às vezes eu me sinto assim: fora de lugar. É como se eu não me encaixasse dentro da normalidade. Justo eu que me acho tão normalzinha. Mas, às vezes, quando eu me posiciono diante de algumas situações, surge uma avalanche de críticas. Como se eu pensasse da forma mais inadequada do mundo. Aí eu me sinto a própria inadequada. Talvez seja essa a intenção. Quando alguém pensa diferente, deixe bem claro que ele pensa errado. Logo vai se sentir inadequado. E, quem sabe, cale sua boca para sempre.

Não estou me referindo a críticas e questionamentos que te fazem refletir melhor sobre o assunto, o que acho bastante saudável. Estou falando de críticas sem fundamento e de julgamentos prévios.

Estou lendo um livro sobre a China, e a autora – uma portuguesa – afirma que os chineses nunca emitem opinião sobre nada por causa dos tempos de pensamento único. É melhor se calar do que levar bordoada. Na época de Mao Tse Tung, a população era estimulada a criticar a Revolução. No entanto, quem abria a boca acabava perdendo a língua, literalmente.

E não é apenas verbalmente que eu me posiciono. Minha atitude também costuma contrariar muitas vezes a lógica da normalidade. Eu até prevejo que vou sofrer conseqüências. Mas agir de acordo com minhas convicções é mais forte do que eu. E aí eu agüento as conseqüências.

Por outro lado, acho que sou mais tolerante com quem pensa ou age diferente de mim. Será? Posso até ser crítica, mas raramente levo pro lado pessoal, desqualificando a pessoa por seu modo de pensar.

Ou seja, eu sou mesmo ÓTIMA. (Nada como ter um blog e fazer auto-elogios pra melhorar o meu humor).

7 comentários:

célia disse...

Carina, no meu ponto de vista, vc só merece elogios pelo modo de ser..e olha que nem sempre pensamos igual. Discutir pessoas e não idéias é coisa dos despreparados...Um beijo.

carina paccola disse...

Célia, gostei dos "despreparados"...
Um beijo

Selma disse...

Agora fiquei com medo... Estou com um post em "draft" no meu blog exatamente sobre a mesma coisa: a forma como me sinto totalmente fora de contexto...
Te entendo perfeitamente...
Bjs

carina paccola disse...

Selma, fui lá conferir...

osrevni disse...

Também penso assim. Sentir-se mal consigo mesmo é um jeito de ser melhor para com os demais...

carina paccola disse...

Nunca tinha pensado nisso...

Cristiana Soares disse...

Hahahahaha!! Sensacional!