quinta-feira, junho 9

A mãe e a chuva!

Acordo com o barulho da chuva. São 5 da manhã. Penso na seca e aceito a chuva. Penso também que vai esfriar mais e que eu não combino com frio. Penso que vão cancelar a viagem pela região que eu iria acompanhar para fazer matéria sobre obras. Mas sei que vou ter que esperar mais tempo para confirmar o cancelamento. Não consigo mais dormir, mas fico na cama até tocar o despertador. Na hora marcada, me levanto e cumpro todo o ritual matinal.

Na hora de acordar meu filho, ele reclama: – Mãe, tá frio!! Eu concordo e acrescento que está chovendo. Ele pede: – Deixa eu faltar da aula? Penso que este apelo não faria nenhum sentido na minha infância. Nunca nunquinha meu pai me deixaria faltar porque está chovendo. Aliás, não havia nenhum motivo que justificasse a falta à aula. Doença, só aquelas que realmente te derrubavam, tipo hepatite, sarampo ou algo assim.

Mas eu cedi ao apelo. Pedi um beijo e deixei que voltasse à cama. Péssima mãe, eu. Ainda fechei a porta do quarto dele para que meus barulhos não atrapalhassem seu sono. E pensei que eu queria que minha mãe estivesse aqui e me dissesse que, não, eu não precisava também sair para o trabalho porque a chuva acompanhada de frio é motivo mais que suficiente para todos voltarmos à cama.

Imagem: http://www.blogdokedj.com/2010/09/chuva.html

7 comentários:

Cristiane disse...

Adorei !!
mais vale um filhote quentinho e beijoqueiro do que um ritual cumprido e incômodo. Acho que vc fez muito bem, vc e Carla. De vez em quando é necessário quebrar o protocolo pra gente se lembrar de que somos feitos de carne, ossos e pensamento e quantura :)
Cristiane.

Encontros Hume disse...

putz... sou duplamente uma péssima mãe, então, pois nem a Bibi nem a Paulinha foram à aula. E eu deixei, afinal, ninguém merece sair de uma cama quentinha pra cair no molhado gelado! bjos

Marília Côrtes disse...

Ich... Ca, eu estava bloggada com o login do blog dos Encontros Hume (sem saber...) mas o comentário é meu, ok? bjos

diva maddalena disse...

carina, lindos teus textos! de uma delicadeza que combina com as lembranças que tenho da tua imagem, lá na terrinha! bjm.

carina paccola disse...

Oi, Diva, obrigada!
Apareça sempre!
bj

Anônimo disse...

Nice and thanks!

Carla Gentil disse...

Vixe! Meu apelido na escola era Cascuda, pq nunca, nunquinha ia às aulas em dia de chuva. Nunca reprovei, sempre me dei bem na escola. Nós passávamos os dias de chuva amoitadas na frente da tv, bem cobertinhas, comendo pipoca.