segunda-feira, novembro 23

Mãos de cebola

Minhas mãos nunca se pareceram com as da minha mãe. Ela sempre teve mãos bonitas. As minhas não são bonitas, mas me são bastante úteis. Eu gosto delas. Hoje elas me fizeram lembrar das mãos da minha mãe. É que estavam cheirando a tempero. E fiquei com saudades da minha mãe, de suas mãos e da sua comida.

Um comentário:

. disse...

Carina linda!

Gostei tanto do seu blog.O formato é igualzinho o meu. Mas gostei mais do seu porque os textos são curtinhos e rapidos pra gente ler.

Também fiquei com saudade da sua mãe quando li este. Lembro-me daquele jeitinho doce dela me agradanto tanto quando fiquei hospedada em sua casa em Brasilia. Ela fez um arrozinho tão gostoso.

Me recordo dela me mostrando seus livrinhos de reza que ficavam sobre sua cama. Que linda sua mãe. Creio que lá no céu ela bate longos papos com o Criador e com aquele jeitinho lento de falar intercede a Ele todos os dias por vcs.

bjo

e ve se linka ai no seu
www.cronicasdeelsa.blogspot.com